Detran-MT promove ações voltadas ao movimento “Maio Amarelo”

maio-amarelo-mato-grosso-detran

Empresas e órgãos públicos aderiram ao Movimento Maio Amarelo – Atenção pela Vida, colocando a iluminação amarela nas fachadas e torres. Além disso, a equipe da Gerência de Ações Educativas de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) realiza abordagens e capacitações voltadas para a sensibilização da sociedade no trânsito.

Entre os dias 03 e 05 deste mês, foram realizados 640 atendimentos direcionados a caminhoneiros, no evento Parada Legal Rota Cidadã, no Posto Aldo Locatelli, em Cuiabá. No local, foram distribuídos kits educativos, como chapéu australiano, sacolas ecológicas e adesivos da Lei Seca.

A educadora do Detran, Rosane Gerda, comentou que os motoristas participaram de palestras educativas, orientando sobre os cuidados nas rodovias, sobre a convivência pacífica nas estradas e os danos que podem ser causados com o uso do álcool, drogas e direção veicular.

No sábado (06.05), a equipe da gerência integrou a caminhada organizada por servidores da Assembleia Legislativa (ALMT), promovendo a educação para o trânsito. “A adesão deles ao Maio Amarelo se dá pela relação direta da necessidade de boa saúde mental e física para se transitar com mais segurança”, comenta Rosane.

Com o mote “Minha escolha faz a diferença no trânsito”, o movimento Maio Amarelo 2017 leva a reflexão sobre as decisões dos condutores ao dirigir. A iniciativa alerta para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Claryssa Amorim | Detran-MT

Detran-MT promove atividades voltadas para a segurança no trânsito

educacao-no-transito

Com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo, o movimento Maio Amarelo 2017 alerta a sociedade sobre as escolhas que faz ao conduzir um veículo e o uso das vias públicas. Por esse motivo, o mote da campanha deste ano é: “Minha escolha faz a diferença no trânsito”.

A coordenadora da Escola Pública de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), Vânia Queiroz, diz que a campanha é importante, porque chama a atenção dos usuários das vias públicas para as responsabilidades no uso de um espaço coletivo. “Ouvimos reclamações de que as leis estão tornando-se cada vez mais rígidas, isso ocorre devido ao insistente comportamento dos condutores em não terem uma atitude segura ao volante”, ressalta.

Para sensibilizar a população, o Detran desenvolverá, durante o mês de maio, várias ações em mutirões, empresas, escolas e passeios. No primeiro dia útil de maio, foram distribuídos laços amarelos, que representam o símbolo da campanha, para todos os servidores do órgão. De 03 a 05 de maio, caminhoneiros que passam pelo posto Aldo Locatelli participam da Parada Legal/Rota Cidadã e recebem, além das orientações sobre segurança no trânsito com o Movimento Maio Amarelo, serviços médicos, sociais e consultam as condições da documentação pessoal e do veículo.

“No primeiro dia, realizamos 150 atendimentos, junto com os parceiros. Os médicos verificam a condição de saúde do condutor. Aqui, eles recebem orientação sobre segurança no trânsito, verificamos a pontuação da CNH e tiramos algumas dúvidas sobre a documentação do veículo. Como estão sempre trabalhando, às vezes essas questões passam despercebidas”, diz a gerente de Ações Educativas de Trânsito do Detran, Rosane Gerda.

Nesta semana, o Detran também realizou uma palestra para 160 colaboradores do canteiro de obras da empresa Construtora São Benedito. As atividades continuam no sábado (06.05), com a caminhada promovida pela Assembleia Legislativa (ALMT), em parceria com o Detran, que dará enfoque especial ao Movimento Maio Amarelo. A caminhada será às 7h30, no Parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá.

Maio Amarelo

O movimento Maio Amarelo tem como objetivo desenvolver o protagonismo social para a promoção de um trânsito seguro. A campanha de 2017, desenvolvida pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, ocorre todos os anos e tem o intuito de alertar a todos que os acidentes não ocorrem por acaso e, sim, devido a escolhas erradas. É uma escolha atender ou não o celular enquanto estiver ao volante, beber ou não beber antes de dirigir, cada atitude tomada no trânsito é uma escolha, que pode ter consequências indesejadas, por isso o mote: “Minha Escolha Faz a Diferença no Trânsito”.

A Organização Não Governamental (ONG) criou uma campanha e liberou o uso gratuito. Qualquer pessoa ou entidade pública ou privada poderá utilizar os materiais nas ações educativas, podendo, inclusive, inserir sua logomarca nos materiais.

A campanha é composta de 10 peças publicitárias para uso em redes sociais; um boletim de rádio; um vídeo de 15 segundos; um vídeo de 52 segundos; capas para Facebook e artes para outdoor.

Para participar da campanha Maio Amarelo, a sugestão é o uso do laço amarelo. Além disso, pode-se promover ciclo de palestras, caminhadas, concursos de ideias, produção de peças  e destaque da iluminação em amarelo em monumento e prédios públicos.

Esta é a Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020, que é o pacto mundial proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU) e firmado por mais de 170 países, incluindo o Brasil, que ocorreu no dia 11 de maio de 2011.

Em janeiro de 2017, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), por meio da Resolução 654/2017, determinou a todos os integrantes do Sistema Nacional de Trânsito que realizem uma campanha de conscientização para a segurança no trânsito. Além disso, a inclusão da campanha Maio Amarelo foi orientada pela Associação Nacional dos Detrans (AND).

Cleide Dantas | Detran-MT

A indústria da multa. Mito ou verdade?

industria-da-multa

Possuo grandes preocupações, e destas,

manifesto “uma” com mais frequência.

É o uso disseminado da frase:
– A “Indústria da multa”;
(Que confio não ser absolutamente correta)

Consciente da quantidade enorme de condutores,
que desrespeitam as normas de trânsito – tanto nas vias públicas como nas estradas,
rotulo esta rebelião de legítima e autêntica “crendice popular”.

E assumindo a liberdade da vontade, pergunto ao leitor:

– De que maneira o “agente fiscalizador” pode alterar o valor da velocidade que aparece digitalmente – após focalizar seu veículo -, no equipamento denominado “radar”?
(Também sabemos que eles devem ser constantemente aferidos)

– Que procedimento o “agente fiscalizador” usaria para trocar uma placa de sinalização na via, onde se identifica “permitido estacionar” para “proibido estacionar”, em instantes…
…(enquanto você vai à farmácia, por exemplo)?

continue lendo →

Festival estudantil de teatro começa nesta segunda-feira em Campo Verde

fetran-educacao-para-o-transito

O Festival Estudantil Temático Teatro para o Trânsito (Fetran) de Mato Grosso inicia, nesta segunda-feira (24.04), a 14ª edição do evento. A primeira etapa será em Campo Verde (137 km a Sudeste da Capital).

O Fetran pretende sensibilizar e conscientizar a população sobre os direitos e deveres no trânsito. O festival, que foi criado em 2004, inclui atividades pedagógicas e a temática do cotidiano escolar no trânsito.

A educadora do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), Zoraide Urcino, participou como jurada pedagógica nos últimos dois anos. Ela explicou que o teatro é utilizado como ferramenta pedagógica e estimula os alunos e professores a produzirem atividades relacionadas ao trânsito de forma prazerosa e lúdica, desenvolvendo não só o processo de produção e criação do espetáculo, mas também de todas as expressões da arte e cultura.

“As crianças, jovens e adultos, de acordo com cada categoria, levam para o palco o seu protagonismo que resulta, com certeza, em multiplicadores da ideia que tanto almejamos ver, um trânsito de qualidade e de convivência pacífica”, afirmou a educadora.

O inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), André Luiz Ferreira, explica que o Fetran é realizado em cinco etapas regionais de onde sairão cinco vencedores, que concorrerão à última etapa, no Cine Teatro, em Cuiabá.

Podem participar do festival alunos matriculados na educação infantil, no Ensino Fundamental (1º ao 9º ano) e no Ensino Médio das escolas das redes pública e privada, bem como alunos matriculados em projetos de arte e cultura e programas sociais de caráter educativo.

“O projeto é uma ferramenta de transformação, por meio do teatro, de forma lúdica que ensina as crianças a segurança no trânsito”, acrescentou o inspetor.

O evento é coordenado pela 2ª Superintendência Regional da PRF em Mato Grosso, e tem o apoio da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT), Detran-MT, prefeituras municipais e parceiros que se incluem no âmbito dos projetos de Educação para o Trânsito, de acordo com as orientações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Veja as datas e cidades que fazem parte do roteiro do XIV Fetran:

Período

Etapa

Município

De 25 a 27 de abril

Etapa Aricá

Campo Verde

De 09 a 11 de maio

Etapa Teles Pires

Sinop

De 23 a 25 de maio

Etapa Araguaia

Primavera do Leste

De 06 a 08 de junho

Etapa Guaporé

Comodoro

De 20 a 22 de junho

Etapa Cuiabá

Várzea Grande

De 11 a 13 de julho

Etapa Mato Grosso

Cuiabá

fetran-educacao-para-o-transito-3

As inscrições para o Fetran foram prorrogadas até o fim do mês de abril. Os interessados devem se inscrever pelo site www.fetran.com.br. Mais informações pelo e-mail: fetran@prf.gov.br.

Assessoria | Detran-MT

Simulação de direção veicular no Brasil: Fundamentação teórica e pedagógica

simulador de direção

Introdução: A tarefa de ir e vir é global e uma das mais comuns do ser humano, sendo também uma das mais complexas e perigosas. Uma parcela dos deslocamentos humanos é realizada por meio da condução de um veículo, tarefa esta que exige uma série de funções sensoriais, cognitivas, motoras e perceptivas. Isso influencia significativamente o processo de habilitação dos condutores no Brasil que vem sendo atualizado com o passar dos anos em diversos assuntos, dentre eles, a formação dos futuros motoristas usando o Simulador de Direção Veicular (SDV) como recurso didático-pedagógico.

Objetivo: Apresentar a fundamentação teórica e pedagógica da utilização do simulador de direção no processo de formação de condutores no Brasil.

Materiais e Métodos: Pesquisa bibliográfica, baseada em uma revisão integrativa da literatura e da legislação específica, pertinentes à utilização da simulação como procedimento didático-pedagógico para os alunos em processo de formação de condutores.

Resultados e Discussão: Um Simulador de Direção Veicular (SDV) é um equipamento com características parecidas com a de um veículo pelo qual o condutor controla e conduz o movimento através de cenários projetados em telas à sua frente por meio de softwares específicos e o seu grau de complexidade está ligado aos objetivos propostos pelo estudo ou treinamento. A discussão em torno desse tema nos leva a analisar um dilema interessante sobre como oferecer a experiência da condução do veículo aos futuros motoristas sem aumentar significativamente os riscos. Estudos internacionais realizados desde a década de 1920 apontam a simulação como uma alternativa para este dilema, uma vez que a exposição às situações de tráfego pode ser simulada de forma repetitiva, controlada, sem oferecer riscos e aprimorando as aptidões dos alunos antes de irem para a prática de direção no veículo.

Conclusão: Embora o conceito e sua fundamentação legal estejam claros e incisivamente estabelecidos, as reflexões em torno dos fundamentos teóricos e pedagógicos ainda são recentes no país e carecem maior atenção para o alcance dos objetivos esperados.

Fonte: Roberta Torres1

Mestre em Promoção da Saúde e Prevenção da Violência. Faculdade de Medicina. Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Belo Horizonte, MG – Brasil. Pós-graduada em Gestão, Segurança e Educação para o Trânsito pela Universidade Cândido Mendes – UCAM. Rio de Janeiro/RJ – Brasil.
Resumo aprovado para ser apresentado no 2º Congresso Brasileiro da Associação Nacional dos DETRANs. Salvador 26 e 27 de abril de 2017. Submetido em: 20/12/2016. Aprovado em 22/03/2017.

1° Seminário de Educação de Trânsito dos Detrans

seminario-educacao

Evento da Ação de Maio Amarelo o 1° Seminário de Educação de Trânsito dos Detrans do País tem como objetivo a integração das áreas de educação de trânsito dos Detran’s, buscando compartilhamento de práticas educativas que viabilizam intervenções consequentes no espaço trânsito visando à preservação da vida.

Auditório Sede Detran/AL
Av: Menino Marcelo, nº 99, Cidade Universitária 
Maceió – Alagoas

As inscrições começam dia 20 de março e termina dia 31 de abril

https://www.doity.com.br/educacaodetrans