Lei Seca Mato Grosso será lançada nesta terça-feira

lei-seca-mt

A segunda etapa das ações educativas do Projeto Trânsito Consciente – Operação Lei Seca Mato Grosso será lançada nesta terça-feira (18.08), às 14h, no anfiteatro da Escola Liceu Cuiabano, sob o tema “Educação, responsabilidade social e preservação da vida”. Uma comitiva da Operação Lei Seca do Estado Rio de Janeiro, liderada pelo Major PM Marcelo Rocha, coordenador operacional, participará da solenidade.

O projeto tem o objetivo de reduzir os acidentes e mortes no trânsito, coibindo o consumo de bebida alcoólica dos condutores de veículos, por meio da educação e da fiscalização. O projeto atende as disposições legais de segurança viária, amparado nas Leis Federais nº 11.705/2008 e 12.760/12, conhecidas popularmente pelo nome de “Lei Seca” ou “Lei da Vida”.

Nesta segunda etapa estão definidas as seguintes ações: capacitação de colaboradores de bares, hotéis e restaurantes; palestras em escolas, empresas e universidades; blitz educativa; atividades de sensibilização em festas e eventos; incentivo ao transporte seguro (táxi, ônibus ou “motorista da rodada”); veiculação da mensagem do projeto em bares e restaurantes, entre outras atividades.

As ações continuarão a ser desenvolvidas na grande Cuiabá e poderão ser estendidas para municípios do interior do Estado, pela adesão dos órgãos públicos municipais, conforme previsto no Projeto Base.

Além de autoridades e parceiros, foram convidados para o lançamento do projeto 450 alunos do Ensino Médio das Escolas Estaduais Nilo Póvoas, Maria de Arruda Müller – Liceu Cuiabano, André Avelino e Escola Estadual Militar Tiradentes.

Instituições Integrantes

O Projeto Trânsito Consciente – Operação Lei Seca Mato Grosso, foi instituído no ano de 2014, com a atuação conjunta de várias instituições: Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT), Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), Delegacia de Delitos de Trânsito da Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso (Deletran/PJC-MT), 2ª Superintendência da Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso (2ªSP-PRF), Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT), Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso (BPMTRAN-MT), Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob) e Perícia Oficial de Identificação Técnica de Mato Grosso (Politec-MT).

Em 2015 o projeto passou a contar com a adesão e colaboração do Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de Mato Grosso (SHRBS/MT), a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso (Abrasel/MT), o Sindicato das Seguradoras de Mato Grosso (Sindseg/MT), o Sindicato de Corretores de Seguros de Mato Grosso (Sincor/MT), a Associação Mato-grossense de Taxistas (Amat), o Grupo Vá Nessa Direção, o Comitê Municipal pela Saúde, Segurança e Paz no Trânsito de Cuiabá, a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB/MT), o Sindicato de Taxistas (Sintac) e proprietários de bares e restaurantes de Cuiabá.

Fonte: Cleide Dantas/Assessoria/Detran-MT

Medicamentos Incompatíveis com o Condutor

Medicamento perigosos para motoristas

Os primeiros medicamentos surgiram na idade da pedra lascada…
… mas “não” como os conhecemos atualmente,
pois naquela época tudo era transbordante de instintos.

Lá,
“eles” deveriam possuir um forte componente psicológico,
fundamentado principalmente em crenças e ritos mágicos,
que certamente estavam aliados muito mais,
ao emprego de plantas curativas…

continue lendo →