Você é um pedestre responsável?

pedestre-responsávelBuzinas, automóveis, poluição, semáforos, colisões diversas, sinalizações, vitrines, ruas, a correria diária e você…

Verdadeiramente,
embora inicialmente possa parecer um pouco suspeito afirmar,
mas a paz realmente não tem preço.

Há um turbilhão de “modernismo” e muito mais
a paralisar a mente,
e também a competir com a nossa atenção…

É o “novo”,
conduzindo os nervos
a viajar à flor da pele.

E assim,
o “bom senso individual” – não tão bom como poderíamos desejar -,
tornou-se uma realidade do “agora”.

Estamos a simplificar a cada instante…

Está mais simples, concordo,
mas também muito menos divertido.

continue lendo →

Dirigir falando ao celular é ou não é infração de trânsito?

nao-tecleDirigir falando ao celular quase sempre é infração de trânsito. Todavia, mais grave do que uma infração, esta prática pode caracterizar crime da mesma natureza do homicídio causado por quem faz a ingestão de bebida alcóolica e assume a direção de veículo automotor.

O presente artigo tem o condão de abordar a infração de trânsito prevista no inciso VI do art. 252 do CTB, bem como trazer a reflexão da possibilidade de se enquadrar como homicídio doloso o crime praticado na direção de veículo automotor por quem opta por conduzir distraído.

continue lendo →

Carro forte. Pode ou não estacionar em qualquer lugar?

carro-forte-estacionamento

É comum depararmos com veículos de transportes de valores “Carro Forte” estacionado irregularmente atrapalhando o fluxo viário com mensagem fixada em sua lataria “Este veículo goza de livre parada e estacionamento”.

Porém será possível esta liberalidade sem qualquer preocupação com os demais usuários da via e com a segurança viária?

Podemos encontrar a resposta na combinação do item VII do artigo 29 do CTB, regulamentado pela resolução 268/2008 do CONTRAN, onde descreve que alguns veículos gozam de prerrogativas devido ao trabalho que executam na via chamados VEÍCULOS DE UTILIDADE PÚBLICA.

Embora pareça abuso, esta liberalidade foi criada pensando naqueles veículos que são utilizados para executar serviço na via, ou seja, gozam de estacionamento e parada no local de execução, seja para manutenção de galerias de água, esgoto, gás entre outros, senão vejamos a lei.

continue lendo →

11 motivos para não pedalar na contramão

ciclista-na-contramao

1 – Não é mais rápido: Ao contrário da crença polular, ciclistas que se integram ao fluxo normal de veículos chegam mais depressa ao destino. Quando você entra na contramão, tem que parar ou diminuir o ritmo a todo instante (pelos motivos expostos nos itens abaixo), enquanto integrado ao fluxo de veículos você desenvolve velocidades maiores – principalmente considerando-se a velocidade média, que é o que determina a duração do trajeto1.

Leia a matéria na íntegra no site: vadebike

Direitos e deveres dos pedestres no trânsito

direitos-e-deveres-pedestreObrigações dos pedestres de acordo com o CTB

– Olhar para os dois lados antes de atravessar uma via;
– Aguardar a passagem do veículo ou que ele pare;
– Atravessar sempre em linha reta, pisando firme sem correr;
– Olhar atentamente para os lados ao descer de um carro ou ônibus e esperar sempre que o veículo saia para então atravessar a via;
– Atravessar sempre andando na faixa de pedestre;

Direitos

– É assegurada ao pedestre a utilização dos passeios ou passagens apropriadas das vias urbanas e dos acostamentos das vias rurais para circulação;

– Nas áreas urbanas, quando não houver passeios ou quando não for possível a utilização destes, a circulação de pedestres, na pista de rolamento, será feita com prioridade sobre os veículos, pelas bordas da pista, em fila única, em sentido contrário ao deslocamento de veículos, exceto em locais proibidos pela sinalização e nas situações em que a segurança ficar comprometida;

– Os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica, onde deverão ser respeitadas as disposições deste código;

– Nos locais em que houver sinalização semafórica de controle de passagem será dada preferência aos pedestres que não tenham concluído a travessia, mesmo em caso de mudança do semáforo liberando a passagem dos veículos;

A “MACONHA” e a CONDUÇÃO de VEÍCULOS – 2ª PARTE

maconha_conducao_veiculos2ª PARTE – A “MACONHA” e a CONDUÇÃO de VEÍCULOS…

3) A entrada da “droga” na América Latina e ao Brasil

Dizem com assombrosa franqueza que a introdução da “droga” nas Américas é responsabilidade dos soldados espanhóis…
…e essas divergências tornam-se ainda mais agudas,
quando afirmam que as primeiras plantações foram feitas no Chile.

Mas não vamos permitir que o comportamento dos outros, tire a nossa paz!

No Brasil especificamente (segundo alguns pesquisadores) “ela” desembarcou trazida por escravos africanos, a partir de 1549…
…os escravos traziam-na (as sementes), escondida na barra dos vestidos, em bonecas de pano e nas tangas, para que fossem usadas em rituais de “Candomblé”.

continue lendo →

Campanha leva mensagens de conscientização no trânsito em ônibus e táxis de Cuiabá

leiseca-educacao-no-transito-taxiSe você mora em Cuiabá, com certeza já deve ter visto pelas ruas a campanha da Operação Lei Seca Mato Grosso, pois recentemente dezenas de Táxis e ônibus foram adesivados, além de alguns outdoores pela cidade.

Coordenada pela Escola Pública de Trânsito do DETRAN/MT e colaboração de parceiros envolvidos, além de ações educativas, consta o incentivo ao uso do táxi como alternativa de transporte seguro para aquela pessoa que ingeriu bebida alcoólica.

O publicitário Wagner Rosati, responsável pela Wrcc Design, criou a arte conceito da campanha, que foi finalizada pelo Gabinete de Comunicação do Estado de Mato Grosso, para a produção de taxidoors, que foram custeados pelo Sindicato das Seguradoras.

Esta aproximação do publicitário com a Escola Pública de Trânsito, aconteceu através de seu projeto Vá Nesta Direção, que busca através das redes sociais, conscientizar o cidadão para a educação no trânsito.

A iniciativa motivou a regulamentação da adesivagem de taxis para fins educativos e de utilidade pública, mediante decreto municipal.  A fixação dos adesivos tem sido realizada com o apoio da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá – SEMOB, Sindicato dos Taxistas – SINTAC e da Associação dos Taxistas – AMAT.

IMG-20151026-WA0013Para Renata Neves, Coordenadora da Escola Pública de Trânsito do DETRAN/MT, é primordial o envolvimento da sociedade civil como co-partícipe do processo de fomentar a mudança cultural e comportamental capaz de dissociar a  ingestão de bebida alcoólica da condução de veículos automotores, a fim de evitar novas vítimas no trânsito.

operacao-lei-seca-cuiabaAlém dos taxidoors, o Grupo Vá Nesta Direção, através da WRCC Design, criou a arte conceito para a produção de busdoors e de adesivos para pontos de ônibus, custeados pela Associação dos Mutuários de Transportes Urbanos – AMTU e que vêm sendo instalados pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá-SEMOB.

Espera-se que a massificação da mensagem de que bebida e direção não combinam possa alerta a população sobre a necessidade de mudança de comportamento, a fim de que não dirijam após ingerir bebida alcoólica e nem permitam que pessoas próximas o façam.

Afinal, como bem frisa uma das artes criadas pelo Grupo Vá Nesta Direção (WRCC Design) para a campanha, “amigo não deixa amigo beber e dirigir”.

A “MACONHA” e a CONDUÇÃO de VEÍCULOS

maconha_conducao_veiculos

1ª PARTE – A “MACONHA” e a CONDUÇÃO de VEÍCULOS…

1) A origem do NOME

Uma das teorias sobre o nome “maconha” é que ele veio de um idioma falado pelos escravos de Angola, o “quimbundo” (ma’kaña que significa algo como “erva santa”)…
…mas até o século XIX, era mais usual chamar a erva aqui no Brasil de “fumo-de-angola” (devido ao local de origem) ou de “diamba”, nome também quimbundo que significa “erva que se fuma”.

continue lendo →

Palavras de um Agente de Trânsito

Agente de Trânsito

Palavras de um Agente de Trânsito

O dia 23/09 foi intitulado como “Dia do Agente de Trânsito”.

Em suas funções o Agente de Trânsito tem que ser:
Perspicaz para entender e solucionar os problemas diários que chegam a ele.

Tem que ter habilidade pra solucionar conflitos no trânsito de pedestres e veículos.

Tem que ter paciência para suportar as reclamações de pessoas estressadas que foram notificadas ou que precisam acessar uma via bloqueada e são impedidos por algum motivo.

E incompreendido quando remove algum veículo por desrespeito à legislação de trânsito.

Criticado quando utiliza as prerrogativas do art. 29 pra tentar chegar ao local do conflito que fora chamado.

E amado quando está operando uma faixa de pedestres.

Costumo a falar que pra ser Agente de Trânsito o profissional tem que ser psicólogo pra saber quando o condutor está querendo lhe enrolar, mediador para solucionar conflitos, advogado para conhecer as leis para punir infratores e se defender dos mesmos, anjos pois salvam vidas, enfim é um profissional multifuncional.

Em Cuiabá somos conhecidos como “Amarelinhos”, as vezes carinhosamente ou pejorativamente.

Em resumo o Agente de Trânsito veio pra contribuir e amenizar o problema do século que é a Mobilidade.

A função de Agente de Trânsito é de suma importância, senão não teriam tantas brigas pra tomarem suas funções.
Mesmo diante de tantas atribulações é um serviço gratificante.

PARABÉNS A TODOS OS AGENTES DE TRÂNSITO PELO SEU DIA.

Marcel Lopes – Agente de trânsito na cidade de Cuiabá-MT

Medicamentos Incompatíveis com o Condutor

Medicamento perigosos para motoristas

Os primeiros medicamentos surgiram na idade da pedra lascada…
… mas “não” como os conhecemos atualmente,
pois naquela época tudo era transbordante de instintos.

Lá,
“eles” deveriam possuir um forte componente psicológico,
fundamentado principalmente em crenças e ritos mágicos,
que certamente estavam aliados muito mais,
ao emprego de plantas curativas…

continue lendo →