Em um ano, o número de infrações lavradas pelo Detran-MT aumentou 53%

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) registrou, no primeiro semestre de 2017, 63.042 infrações. No mesmo período em 2016, foram registradas 41.236 infrações. Um registro de 21.806 infrações a mais em apenas um ano, o que representa um aumento de 53%, apenas nas infrações de competência da autarquia.

De acordo com o gestor da Unidade de Fiscalização do Detran, Felipe Santiago, esse aumento ocorreu devido a intensificação das fiscalizações pelos órgãos de segurança do Estado. “Os números refletem a intensificação da fiscalização de trânsito, por meio de barreiras policiais e também da melhoria no uso da tecnologia, com o investimento e implantação de mais aparelhos de talonário eletrônico”, esclarece.

A coordenadora de Renainf do Detran,  Nilva Ramalho, lembra que não é apenas o Detran que tem esse papel fiscalizador no Estado. As multas de competência municipal são aplicadas pelas Secretarias Municipais de Trânsito. As multas de competência rodoviária são aplicadas pela Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“Se ampliarmos a pesquisa para todos os Órgãos que compõe o Sistema Renainf no Estado de Mato Grosso, os números são ainda maiores”, afirma Nilva.

Este ano, o Detran também julgou cerca de 3 mil processos na Gerência de Defesa de Autuação e nas Junta Administrativas de Recurso de Infração (JARI’s) de condutores que entraram com recursos de multas.

Recurso 

Para entrar com o recurso de multa no órgão, o primeiro passo é identificar se o órgão autuador é o Detran, pois cada órgão em sua própria JARI.

Em seguida, o proprietário ou condutor autuado, deve apresentar cópia da notificação da infração, cópia do CPF e RG, bem como, formulário apresentando os motivos do recurso e o máximo de provas que viabilizem o cancelamento da infração.

Para finalizar, é necessário protocolar o recurso no Protocolo Geral do Detran. Com o número do protocolo é possível verificar o andamento do processo.

Veja as principais infrações de competência do DETRAN-MT, cometidas em 2017:

1º – Deixar o condutor de usar o cinto segurança;

2º – Conduzir o veículo registrado que não esteja devidamente licenciado;

3º – Dirigir o veículo usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais;

4º – Dirigir veículo sem possuir CNH/PPD/ACC;

5º – Dirigir veiculo utilizando-se de telefone celular

Fonte: Cleide Dantas | Detran-MT

Detran-MT promove ações voltadas ao movimento “Maio Amarelo”

maio-amarelo-mato-grosso-detran

Empresas e órgãos públicos aderiram ao Movimento Maio Amarelo – Atenção pela Vida, colocando a iluminação amarela nas fachadas e torres. Além disso, a equipe da Gerência de Ações Educativas de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) realiza abordagens e capacitações voltadas para a sensibilização da sociedade no trânsito.

Entre os dias 03 e 05 deste mês, foram realizados 640 atendimentos direcionados a caminhoneiros, no evento Parada Legal Rota Cidadã, no Posto Aldo Locatelli, em Cuiabá. No local, foram distribuídos kits educativos, como chapéu australiano, sacolas ecológicas e adesivos da Lei Seca.

A educadora do Detran, Rosane Gerda, comentou que os motoristas participaram de palestras educativas, orientando sobre os cuidados nas rodovias, sobre a convivência pacífica nas estradas e os danos que podem ser causados com o uso do álcool, drogas e direção veicular.

No sábado (06.05), a equipe da gerência integrou a caminhada organizada por servidores da Assembleia Legislativa (ALMT), promovendo a educação para o trânsito. “A adesão deles ao Maio Amarelo se dá pela relação direta da necessidade de boa saúde mental e física para se transitar com mais segurança”, comenta Rosane.

Com o mote “Minha escolha faz a diferença no trânsito”, o movimento Maio Amarelo 2017 leva a reflexão sobre as decisões dos condutores ao dirigir. A iniciativa alerta para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Claryssa Amorim | Detran-MT