Apoie e venha com a gente nesta direção!

vnd-kickante

Você se identifica com este projeto e gostaria de nos apoiar? seja você ou sua empresa, apoie o Vá Nesta Direção se junte a nós na educação para o trânsito.

Confira nosso projeto no Kickante

ONSV alerta para as 10 principais causas de acidentes nas vias e rodovias

causas-de-acidentes

A segurança no trânsito é fundamental. Ninguém, quando sai de casa para cumprir um compromisso, utilizando qualquer modal de transporte, ou mesmo se estiver a pé, pensa ser vítima de um acidente de trânsito. Mas eles acontecem em número expressivo nas vias e rodovias do país. Não adotar comportamentos que ponham em risco a sua vida, a de outros motoristas, de passageiros e de pedestres deve ser meta de cada um.

Tanto quanto isso, porém, alguns outros fatores interferem na condução segura.  A manutenção do veículo e as condições das vias influenciam sobremaneira a ocorrência de acidentes.  Desse modo, é possível concluir que eles derivam de três fatores:  humano, veicular e  vias.

Firme em seu propósito de contribuir para a redução de ocorrências de trânsito que em 2014, segundo dados do DataSUS, tiraram a vida de aproximadamente 44 mil pessoas, o OBSERVATÓRIO alerta para as 10 principais causas de acidentes no trânsito brasileiro.

Fator humano:

  • Excesso de velocidade.
  • Beber e dirigir.
  • Combinação celular/direção.
  • Não usar setas que indicam as intenções de manobras.
  • Não guardar distância do veículo que vai à frente.

Fator veicular:

  • Deixar de fazer a manutenção regular no veículo (com atenção especial aos pneus, freios, faróis, lâmpadas, luzes, limpadores de para-brisa, vela, filtros, correia dentada, radiador, sistema elétrico e combustível).

Vias:

  • O estado de conservação.
  • As condições da sinalização.
  • A falta de acostamento.
  • A falta de passarelas.

Fonte: ONSV

Você “cidadão”, atravessa a via utilizando a faixa de pedestres?

faixa-de-pedestre

Dizem que na Alemanha a população só cruza a faixa de pedestres
quando o sinal fica verde para estes…

…e isto é praxe,
até mesmo quando não há tráfego visível de veículos.

Particularmente tenho de “bom gosto” plagiar os inventores do “chucrute”…
…mas isto tem “parido” situações bem fora do contexto.

Esses dias na calçada de determinada via de acesso na capital gaúcha
esperava que o sinal ficasse verde,
para cruzar – não tão despreocupadamente – na faixa de pedestre…

…de repente,
e não mais que de repente, um jovem parou ao lado…

Como a desconsiderar minha vigília,
olhou os dois sentidos da via, e como ainda não havia veículos na proximidade,
deu uma de “filho desobediente” e lascou a frase:
– O senhor pode vir, não vem vindo nada!

continue lendo →

Acidentes ou Imprudência?

acidentes-ou-imprudenciaTodo o dia é quase a mesma coisa…
A vida acorda
e com “adaga” na mão,
lança o convite para um combate de vida e morte.

E como sempre
acreditamos que a intuição fará milagres.
Mesmo para o “condutor novato” mais desajeitado,
o problema assim definido,
por vezes simplifica-se.

E para aqueles “condutores” que já circularam o Sol,
um número significativo de vezes,
eis uma questão cuja resposta
só é fundada na sua experiência particular.

E assim o ato de dirigir perigosamente,
com falta de moderação, de precaução ou de cuidados de alguns…
…realmente torna o “assunto”,
um lugar interessante de visitar.

continue lendo →

A “MOBILIDADE URBANA” DEVERIA ESTAR NA ALMA DA “SOCIEDADE”.

mobilidade

O desconhecido e o proibido (para muitos), em determinadas ocasiões, é creditado como sendo a “mesma coisa”…

É como não ter armas para lutar,e então,você tem que lutar com o que possui, que é a sua falta de conhecimento.

E não pensem que estou a ter problemas com alguma postura religiosa, ou que isso é uma rabugice de “velho” (risos)…

…estamos sim, imóveis a grandes passos.

continue lendo →