Estacionamento: pintar meio-fio de amarelo e criar sinalizações resulta em punições

faixa-amarela

Muitos motoristas não tem conhecimento sobre restrições e regras sobre estacionamento em vias públicas. Já outros “espertinhos” tentam burlar a lei em proveito próprio danificando calçadas e criando sinalizações falsas.

Os lojistas pintam o meio-fio de amarelo em frente às lojas para os carros não estacionarem no local. Esse tipo de ação é ilegal, em caso de flagrante a Polícia Militar conduzirá os envolvidos para a delegacia, onde será realizado o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e, posteriormente, serão julgados, podendo receber punições de acordo com as circunstâncias das ações.

Se a calçada já for amarela e precise de manutenção a pessoa deve procurar o órgão responsável e realizar um ofício para solicitar a manutenção da pintura. A pessoa também pode entrar em contato com a prefeitura.

Vários motoristas se enganam ao pensar que somente o meio-fio amarelo regulamenta a proibição de estacionamento. Na verdade, a pintura no meio-fio é uma sinalização de apoio para a placa sinalização vertical.

Se o quarteirão tiver até 60 metros, a placa que estiver implantada no eixo vale para todo o quarteirão. Se o quarteirão for maior, é necessário que haja a sinalização de indicação de término do trecho proibido. Se houver continuidade do trecho proibido, deverá haver nova placa até 80 metros depois, regulamentando a continuidade da proibição.

Quem burlar as leis de trânsito pode receber infrações entre leves (3 pontos na carteira e multa de R$ 53,20 ), médias (4 pontos na carteira e multa de R$ 85,13 ) e graves (5 pontos na carteira e multa de R$ 127,69).

continue lendo →

Palavras de um Agente de Trânsito

Agente de Trânsito

Palavras de um Agente de Trânsito

O dia 23/09 foi intitulado como “Dia do Agente de Trânsito”.

Em suas funções o Agente de Trânsito tem que ser:
Perspicaz para entender e solucionar os problemas diários que chegam a ele.

Tem que ter habilidade pra solucionar conflitos no trânsito de pedestres e veículos.

Tem que ter paciência para suportar as reclamações de pessoas estressadas que foram notificadas ou que precisam acessar uma via bloqueada e são impedidos por algum motivo.

E incompreendido quando remove algum veículo por desrespeito à legislação de trânsito.

Criticado quando utiliza as prerrogativas do art. 29 pra tentar chegar ao local do conflito que fora chamado.

E amado quando está operando uma faixa de pedestres.

Costumo a falar que pra ser Agente de Trânsito o profissional tem que ser psicólogo pra saber quando o condutor está querendo lhe enrolar, mediador para solucionar conflitos, advogado para conhecer as leis para punir infratores e se defender dos mesmos, anjos pois salvam vidas, enfim é um profissional multifuncional.

Em Cuiabá somos conhecidos como “Amarelinhos”, as vezes carinhosamente ou pejorativamente.

Em resumo o Agente de Trânsito veio pra contribuir e amenizar o problema do século que é a Mobilidade.

A função de Agente de Trânsito é de suma importância, senão não teriam tantas brigas pra tomarem suas funções.
Mesmo diante de tantas atribulações é um serviço gratificante.

PARABÉNS A TODOS OS AGENTES DE TRÂNSITO PELO SEU DIA.

Marcel Lopes – Agente de trânsito na cidade de Cuiabá-MT

A EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO (Estamos educando!?)

educacao-para-o-transito

Mas o que é “Educação” ?

A palavra tem origem do latim “education”,
que seria algo como o “ato” de conduzir, guiar, criar, agir…

A “Educação” – em suas bases teóricas – é um processo entre alguém que educa e alguém que é educado…
…mas podemos aventurar por vezes em carreira solo – isto é; educando a nós mesmos -,
somente observando o que nos rodeia
num delicioso paradoxo.

continue lendo →

Pergunte ao Amarelinho

Canal no youtube Vá Nesta Direção entrevista agente de trânsito na tentativa de aproximar a sociedade

O projeto de educação no trânsito Vá Nesta Direção (www.vanestadirecao.com), em parceria com o BuracosMT, gravou uma entrevista inédita com um agente de trânsito da SMTU, Francyelson Oliveira.

A conversa foi esclarecedora, informativa e divertida, tirou dúvidas dos internautas que enviaram suas perguntas para a pagina no facebook.

A idéia é aproximar a sociedade aos agentes de trânsito, mostrando como funciona o trabalho deles, rotina, e as dificuldades do dia-dia no trabalho.

Observamos que existe uma certa revolta dos motoristas com os amarelinhos, muitas vezes com razão, mas que a classe está trabalhando para melhorar, tanto na abordagem, quanto nas ações com objetivo de educar e instruir, e não apenas multar.

Vá Nesta Direção acredita que uma relação harmoniosa entre motoristas e amarelinhos será positiva para um trânsito melhor, mas sabemos que não depende apenas dos agentes, o compromisso deve vir de ambos os lados, sempre respeitando os trânsito, e respeito ao cidadão.