Detran-MT promove ações voltadas ao movimento “Maio Amarelo”

maio-amarelo-mato-grosso-detran

Empresas e órgãos públicos aderiram ao Movimento Maio Amarelo – Atenção pela Vida, colocando a iluminação amarela nas fachadas e torres. Além disso, a equipe da Gerência de Ações Educativas de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) realiza abordagens e capacitações voltadas para a sensibilização da sociedade no trânsito.

Entre os dias 03 e 05 deste mês, foram realizados 640 atendimentos direcionados a caminhoneiros, no evento Parada Legal Rota Cidadã, no Posto Aldo Locatelli, em Cuiabá. No local, foram distribuídos kits educativos, como chapéu australiano, sacolas ecológicas e adesivos da Lei Seca.

A educadora do Detran, Rosane Gerda, comentou que os motoristas participaram de palestras educativas, orientando sobre os cuidados nas rodovias, sobre a convivência pacífica nas estradas e os danos que podem ser causados com o uso do álcool, drogas e direção veicular.

No sábado (06.05), a equipe da gerência integrou a caminhada organizada por servidores da Assembleia Legislativa (ALMT), promovendo a educação para o trânsito. “A adesão deles ao Maio Amarelo se dá pela relação direta da necessidade de boa saúde mental e física para se transitar com mais segurança”, comenta Rosane.

Com o mote “Minha escolha faz a diferença no trânsito”, o movimento Maio Amarelo 2017 leva a reflexão sobre as decisões dos condutores ao dirigir. A iniciativa alerta para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Claryssa Amorim | Detran-MT

Detran-MT promove atividades voltadas para a segurança no trânsito

educacao-no-transito

Com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo, o movimento Maio Amarelo 2017 alerta a sociedade sobre as escolhas que faz ao conduzir um veículo e o uso das vias públicas. Por esse motivo, o mote da campanha deste ano é: “Minha escolha faz a diferença no trânsito”.

A coordenadora da Escola Pública de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), Vânia Queiroz, diz que a campanha é importante, porque chama a atenção dos usuários das vias públicas para as responsabilidades no uso de um espaço coletivo. “Ouvimos reclamações de que as leis estão tornando-se cada vez mais rígidas, isso ocorre devido ao insistente comportamento dos condutores em não terem uma atitude segura ao volante”, ressalta.

Para sensibilizar a população, o Detran desenvolverá, durante o mês de maio, várias ações em mutirões, empresas, escolas e passeios. No primeiro dia útil de maio, foram distribuídos laços amarelos, que representam o símbolo da campanha, para todos os servidores do órgão. De 03 a 05 de maio, caminhoneiros que passam pelo posto Aldo Locatelli participam da Parada Legal/Rota Cidadã e recebem, além das orientações sobre segurança no trânsito com o Movimento Maio Amarelo, serviços médicos, sociais e consultam as condições da documentação pessoal e do veículo.

“No primeiro dia, realizamos 150 atendimentos, junto com os parceiros. Os médicos verificam a condição de saúde do condutor. Aqui, eles recebem orientação sobre segurança no trânsito, verificamos a pontuação da CNH e tiramos algumas dúvidas sobre a documentação do veículo. Como estão sempre trabalhando, às vezes essas questões passam despercebidas”, diz a gerente de Ações Educativas de Trânsito do Detran, Rosane Gerda.

Nesta semana, o Detran também realizou uma palestra para 160 colaboradores do canteiro de obras da empresa Construtora São Benedito. As atividades continuam no sábado (06.05), com a caminhada promovida pela Assembleia Legislativa (ALMT), em parceria com o Detran, que dará enfoque especial ao Movimento Maio Amarelo. A caminhada será às 7h30, no Parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá.

Maio Amarelo

O movimento Maio Amarelo tem como objetivo desenvolver o protagonismo social para a promoção de um trânsito seguro. A campanha de 2017, desenvolvida pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, ocorre todos os anos e tem o intuito de alertar a todos que os acidentes não ocorrem por acaso e, sim, devido a escolhas erradas. É uma escolha atender ou não o celular enquanto estiver ao volante, beber ou não beber antes de dirigir, cada atitude tomada no trânsito é uma escolha, que pode ter consequências indesejadas, por isso o mote: “Minha Escolha Faz a Diferença no Trânsito”.

A Organização Não Governamental (ONG) criou uma campanha e liberou o uso gratuito. Qualquer pessoa ou entidade pública ou privada poderá utilizar os materiais nas ações educativas, podendo, inclusive, inserir sua logomarca nos materiais.

A campanha é composta de 10 peças publicitárias para uso em redes sociais; um boletim de rádio; um vídeo de 15 segundos; um vídeo de 52 segundos; capas para Facebook e artes para outdoor.

Para participar da campanha Maio Amarelo, a sugestão é o uso do laço amarelo. Além disso, pode-se promover ciclo de palestras, caminhadas, concursos de ideias, produção de peças  e destaque da iluminação em amarelo em monumento e prédios públicos.

Esta é a Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020, que é o pacto mundial proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU) e firmado por mais de 170 países, incluindo o Brasil, que ocorreu no dia 11 de maio de 2011.

Em janeiro de 2017, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), por meio da Resolução 654/2017, determinou a todos os integrantes do Sistema Nacional de Trânsito que realizem uma campanha de conscientização para a segurança no trânsito. Além disso, a inclusão da campanha Maio Amarelo foi orientada pela Associação Nacional dos Detrans (AND).

Cleide Dantas | Detran-MT

Ação orienta população sobre o uso de vagas especiais de estacionamento

educacao-no-transito

A Coordenadoria da Escola Pública de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) realizou na tarde desta segunda-feira (10.04) mais uma etapa da ação ‘Atitude Positiva’ em parceria com o Pantanal Shopping, em Cuiabá. O objetivo foi o de sensibilizar o cidadão para respeitar as vagas especiais reservadas para o idoso e para a Pessoa com Deficiência (PcD).

Foram distribuídos adesivos, lixeiras para veículos e as equipes, do Detran e da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), de Cuiabá, orientaram sobre o uso correto das vagas às pessoas que passaram pelo local.

“A partir dos 60 anos é possível emitir o cartão do idoso e as pessoas com deficiência devem passar por uma avaliação médica para a emissão do cartão da PcD. Em Cuiabá, esse documento é solicitado e emitido gratuitamente pela Secretaria de Mobilidade Urbana”, explica a gerente, Rosane Gerda.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o idoso e a PcD, para usufruírem do direito de estacionar nessas vagas devem portar o cartão específico que deve ser colocado, na parte interna do veículo, sobre o painel. O uso do adesivo é apenas um indicador para que outros condutores vejam por quem o veículo está sendo conduzido no trânsito, não é aceito legalmente para dar o direito a vaga especial.

Rosane esclarece que ainda existem muitas dúvidas por parte do condutor. “O fato de ter a idade ou ter uma deficiência não é suficiente para que o cidadão faça uso da vaga. A pessoa que é idosa, mesmo aquela que não dirige, mas tem uma pessoa para conduzir o veículo, precisa de fato ter o cartão. E este, só deverá ser usado quando o idoso ou a PcD estiver no veículo em questão”, diz.

Ter a idade apropriada ou ter uma deficiência confere o direito à vaga especial, porém para usufruir deste direito é necessário fazer o cadastro no órgão ou nas Secretarias Municipais de Trânsito e, assim, obter o cartão que deve ficar em local visível. Nas cidades onde o trânsito não é municipalizado é possível solicitar o cartão nas Ciretrans.

A gerente alerta os condutores que devem ficar atentos às exigências legais, pois na última alteração do CTB, em novembro de 2016, houve um agravamento da multa para pessoas que estacionam em vagas especiais. A multa passou de grave para gravíssima, ou seja, de R$ 127,69 para R$ 293,23. Além disso, perde sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Cleide Dantas – Detran-MT

LEILÃO – Pátios do Detran abrem na próxima segunda para visitação a veículos

leilao-detran-cuiaba

Em Cuiabá, o pátio de apreensões de veículos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) abre as portas das 8h às 13h na próxima segunda-feira (20), para que os interessados em arrematar veículos no leilão, promovido pela autarquia, verifiquem as condições dos mesmos. Nos municípios de Nova Xavantina, Água Boa, Canarana e Tangará da Serra as visitas iniciam às 12h e segue até 18h. Somente as pessoas que fizeram o agendamento no site da leiloeira poderão fazer a visitação.

As visitas ocorrerão nos dias 20 a 23 de março. A diretora de Veículos, Talita Peske, informa que os bens serão leiloados nas condições em que estão. “Depois que arremata o bem, a pessoa que desistir fica impedida de participar de outros leilões pelo prazo de cinco anos. Por esse motivo é importante a visitação aos pátios”, alerta Talita.

Os veículos adquiridos no leilão deverão ser transferidos pelo arrematante, no prazo legal de 30 dias, conforme preconiza o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O prazo legal para a abertura do processo de transferência será contado à partir do 25 de abril.

O valor arrecadado em cada lote, individualmente, será utilizado para a quitação dos débitos do veículo até a data do leilão, obedecendo à ordem conforme a Lei 13.160, do dia 25 de agosto de 2015.

Como participar do certame

O leilão é totalmente online e inclui veículos de cinco pátios. Os lances iniciaram no dia 08 de março, data da publicação do edital do leilão no Diário Oficial, e serão encerrados no dia 24 de março, às 9h – horário local (10h no horário de Brasília).

Para ofertar lances, os interessados devem acessar o portal www.dadivaleiloes.com.br e encaminhar cópias dos documentos digitalizados para o e-mail: dadivaleiloes@gmail.com, até 24 horas antes do dia do encerramento do leilão.

Os documentos exigidos para pessoas físicas são: RG, CPF e comprovante de residência com data máxima de 30 dias anteriores ao leilão. Para pessoas jurídicas, são: cópias digitalizadas do contrato social devidamente registrado, cartão de CNPJ e documentos de identidade (RG e CPF) do sócio dirigente, proprietário ou representante legal.

Cleide Dantas | Detran

Férias. Atenção para o prazo de validade da sua CNH

ferias-cnh

Com o período das férias escolares chegando, o fluxo nas estradas aumenta consideravelmente. Além dos itens de segurança dos veículos, os condutores devem ficar atentos a documentação legal para dirigir pelas estradas brasileiras. Além do documento obrigatório do carro, os motoristas devem prestar atenção em suas Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs), que possuem validade de cinco anos. Caso este prazo já tenha vencido, ou esteja próximo de expirar, o motorista deve renovar o documento antes de pegar a estrada.

Para renovar a Carteira de Habilitação é necessário que o condutor vá a uma agência do Detran em Cuiabá, ou no Ciretran de seu município, com fotocópia e o original da CNH, um documento de identificação com foto, dentro da validade, CPF, comprovante de endereço, e em caso de extravio da CNH é necessário apresentar o Boletim de Ocorrência ou Declaração de Extravio. Na capital o prazo de entrega do novo documento é de cinco a dez dias úteis. No interior, este prazo é de até 15 dias.

O diretor de Habilitação, Fernando Lopes orienta que o documento de identidade deve estar em perfeito estado de conservação. “A foto e assinatura devem ser atuais, sem abertura, replastificação, fotografia danificada e outras deteriorações que dificultem identificar o cidadão ou impeçam a avaliação da autenticidade”, diz.

Após abertura do requerimento, e com o processo em mãos, o condutor deverá realizar o pagamento da taxa de renovação que é de R$ 132,36 e, nos locais em que há coleta de imagem digital, realizar a captura de imagem, impressão digital e assinatura. Nas demais Ciretrans, deve anexar foto e coletar assinatura no formulário Renach.

Além disso, deve submeter-se a exame médico, para avaliação de sanidade física e mental e o protocolar no local onde iniciou o processo de renovação. O valor da taxa do exame médico é de R$ 83,97.

O diretor lembra que nos casos em que o condutor exerça atividade remunerada no transporte de pessoas ou bens, ele deverá submeter-se à avaliação psicológica, com médicos credenciados no local onde iniciou o processo de renovação.

O exame toxicológico é obrigatório aos condutores habilitados nas categorias C, D e E, independente de exercerem ou não atividade remunerada. O exame toxicológico é uma exigência do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e deverá ser realizado em um dos laboratórios credenciados ao referido órgão.

“Vale ressaltar que o condutor poderá solicitar rebaixamento da categoria “C”, “D” ou “E” para “B” caso não queira realizar o exame toxicológico, podendo a qualquer tempo reaver a categoria que tinha, mediante a realização dos exames obrigatórios”, afirma Fernando Lopes.

Condutores residentes em Cuiabá poderão requerer, na abertura de processo, a entrega da CNH em sua residência pelos Correios, desde que no momento de abertura do processo apresente comprovante de endereço em seu nome, com todos os dados em conferencia aos dados cadastrados nos sistemas dos correios. Será cobrada taxa adicional de R$ 22,69 para a realização do serviço.

Valores das taxas

– Taxa de renovação, independente da categoria: R$ 132,36.
– Exame obrigatório de aptidão física e mental: R$ 83,97.
– Avaliação psicológica para condutores que exercem atividade remunerada: R$ 128.
O valor do exame toxicológico obrigatório para as categorias C, D e E, fica a critérios dos laboratórios credenciados ao Denatran.

Fonte: detran.mt.gov.br

Você “cidadão”, atravessa a via utilizando a faixa de pedestres?

faixa-de-pedestre

Dizem que na Alemanha a população só cruza a faixa de pedestres
quando o sinal fica verde para estes…

…e isto é praxe,
até mesmo quando não há tráfego visível de veículos.

Particularmente tenho de “bom gosto” plagiar os inventores do “chucrute”…
…mas isto tem “parido” situações bem fora do contexto.

Esses dias na calçada de determinada via de acesso na capital gaúcha
esperava que o sinal ficasse verde,
para cruzar – não tão despreocupadamente – na faixa de pedestre…

…de repente,
e não mais que de repente, um jovem parou ao lado…

Como a desconsiderar minha vigília,
olhou os dois sentidos da via, e como ainda não havia veículos na proximidade,
deu uma de “filho desobediente” e lascou a frase:
– O senhor pode vir, não vem vindo nada!

continue lendo →

Jovem é preso ao tentar comprar examinador do Detran em Cuiabá

detran-suborno-autoescola-matogrossoUm homem foi preso em flagrante por corrupção ativa por oferecer propina para um examinador do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) aprová-lo no teste prático de direção veicular. De acordo com o depoimento do examinador, o candidato T.P.S, de 19 anos, não parou o veículo em local determinado e havia interrompido o funcionamento do motor após o início da prova, o que o levaria a reprovação.

Foi quando ele perguntou ao examinador se não teria outro jeito de aprová-lo e ofereceu R$150,00 informando que depositaria mais R$ 250 na conta do examinador, totalizando R$ 400,00. O flagrante ocorreu com a orientação da Coordenadoria de Fiscalização de Credenciados (CFISC).

O examinador gravou a conversa e quando teve a certeza que o material seria suficiente para a materialidade delitiva, recebeu o valor, parou o carro próximo aos policiais que fazem parte da equipe da CFISC e que realizaram o flagrante. Toda a autuação da equipe do CFISC, tanto a abordagem como a entrevista com o suspeito, foram filmadas.

O suspeito foi conduzido para a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva) juntamente com o valor apreendido.

Fonte: FolhaMAX